As aposentadorias mais marcantes dos esports no Brasil e no mundo

Dota 2
515d
br.millenium.gg
Existe um grupo seleto de jogadores que quando decidem pendurar o mouse e o teclado (ou o controle, no caso dos jogos de console) deixam saudades, seja no League of Legends, CS:GO, Dota 2, Rainbow Six, jogos de luta ou qualquer outra modalidade. Muitos deles por figurarem entre os maiores jogadores da história de suas respectivas modalidades, ou por, no mínimo, serem marcantes em uma determinada região ou país. Muitos continuam atuando no meio dos esports, como técnicos, analistas, comentaristas ou streamers, enquanto alguns simplesmente se afastam totalmente do meio. Com isso em mente, o MGG Brasil preparou uma lista com ícones dos esportes brasileiros e estrangeiros que deixaram saudade no competitivo e até hoje são lembrados. Soren "Bjergsen" Bjerg (League of Legends) Quando se transferiu da Ninjas in Pyjamas para se transferir para a TSM, em novembro de 2013, Bjergsen iniciou uma história que, no fim, alçou o dinamarquês ao patamar de uma lenda da LCS, liga na qual conquistou nada menos que seis títulos, além de um título da Intel Extreme Masters Season 9 - World Championship. No Worlds, Bjergsen nunca conseguiu ir além das quartas de final. Em outubro de 2020, Bjergsen anunciou sua aposentadoria como jogador, mas iniciou sua carreira como técnico da TSM. Bae "Bengi" Seong-woong (League of Legends) Ao lado de Lee "Faker" Sang-hyeok, Bengi é o único tricampeão mundial de League of Legends como jogador, e o ex-caçador da SKT, que hoje atua como técnico da T1 Challengers, fez história nas selvas de Summoner's Rift. Embora nunca tenha sido uma estrela com o mesmo brilho individual de Faker, Bengi foi o braço direito daquele que é considerado o maior nome da história do League of Legends, sendo peça fundamental na conquista do Worlds nos anos de 2013, 2015 e 2016. Embora nunca tenha anunciado oficialmente sua aposentadoria como jogador, Bengi não joga profissionalmente desde maio de 2017, quando deixou a chinesa Vici Gaming, e um retorno parece bastante improvável. Yiliang "Doublelift" Peng (League of Legends) Considerado o maior jogador da história da LCS, Doublelift jogou profissionalmente por quase 10 anos, e mesmo não alcançando grandes campanhas no Worlds, dominou a liga norte-americana de League of Legends. Com passagens de destaque por CLG, TSM e Team Liquid, o americano conquistou nada menos que oito títulos de LCS, e se tornou um dos maiores ícones do competitivo de LoL, principalmente no ocidente. Em novembro de 2020, o jogador anunciou sua aposentadoria, e hoje atua como streamer da TSM. Matheus "Mylon" Borges Considerado um dos maiores brasileiros na história do League of Legends, Mylon fez história com as camisas de Keyd Stars e Pain Gaming. Pela Keyd, conquistou além do CBLOL 2014, duas edições Brasil Gaming League Arena, a Selecter Cup 2014, a X5 Mega Arena, o Xtreme League of Legends e a BGL 2014 Season 1. Com a Pain, faturou o título do segundo split do CBLOL 2015 e fez parte da line da Pain que fez aquela que ainda é considerada a maior campanha de um time brasileiro no Worlds, e ainda ganhou o título da XLG SuperCup 2016. Pouco após ser vice-campeão do segundo split do CBLOL 2017, Mylon anunciou sua afastamento do competitivo, mas nunca mais voltou a jogar profissionalmente, e hoje atua como comentarista do CBLOL. Gabriel "Tockers" Claumann Entre 2015 e 2017, Tockers foi o mid laner mais dominante e vencedor do cenário brasileiro de League of Legends. Com a camisa da INTZ, o jogador formou ao lado de Yang, Revolta, Micao e Jockster a formação que ficou conhecida como Exodia, numa referência à carta invencível do anime e mangá Yu-Gi-Oh, e conquistou os títulos do primeiro split de 2015 e os dois splits de 2016, além de participar da maior vitória de uma equipe brasileira no LoL: a vitória dos Intrépidos sobre a EDG, da China, no Worlds 2016. Após deixar a INTZ, Tockers conquistou com a RED Canids o título do primeiro split do CBLOL 2017 e foi eleito o MVP da competição, no auge de seu desempenho individual como jogador, como o próprio mid laner destaca. Ao se transferir para a Vivo Keyd no fim de 2017, Tockers voltou a formar o Exodia ao lado dos antigos companheiros, mas o sucesso não foi o mesmo, apesar de um vice-campeonato no primeiro split do CBLOL 2018. No primeiro split de 2019, Tockers acabou vivendo o momento mais baixo da carreira, o rebaixamento para o Circuito Desafiante, e se transferiu para a Havan Liberty, clube no qual foi mid laner e depois, técnico. Em dezembro de 2020, Tockers anunciou oficialmente sua aposentadoria do competitivo, mas deixou seu nome marcado como um dos maiores jogadores da história do CBLOL. Gabriel "Kami" Bohm Santos (League of Legends) Jogador que se tornou um verdadeiro símbolo e embaixador da Pain Gaming no League of Legends, Kami não é o nome mais vencedor do cenário competitivo brasileiro, mas certamente está entre os mais marcantes. Durante toda a sua carreira como profissional, o mid laner defendeu somente o Pain, o que fez dele o maior ídolo da história da organização, tendo como principais conquistas dois título do Campeonato Brasileiro de 2013 e o segundo split do CBLOL 2015. Pouco após o vice-campeonato do segundo split do CBLOL 2017, anuncia uma pausa na carreira por tempo indeterminado. Em setembro de 2019, Kami anunciou seu "retorno" ao competitivo, mas o fato é que o jogador nunca mais assumiu o posto de titular da rota do meio da Pain, que desde o fim de 2017 é ocupado por Tinowns. Em novembro de 2020, Kami comunicou que estava se aposentando de forma definitiva da carreira de jogador profissional, e hoje atua como criador de conteúdo no YouTube e influenciador da Pain. Christopher "Get_Right" Alesund (CS 1.6 e CS:GO) Get_Right é um dos jogadores mais icônicos e vencedores da história do Counter-Strike, seja no 1.6 ou no CS:GO, com uma extensa galeria de títulos do tier 1 mundial e sempre sendo um grande destaque de suas equipes nessas conquistas. Com passagens extremamente marcantes por Ninjas in Pyjamas e Fnatic, Get_Right começou a assombrar o mundo em 2009, quando conquistou com a Fnatic, ainda no 1.6, os títulos da Intel Extreme Masters III, a ESWC Masters of Cheonan, a KODE5 2009, a WEG e-Stars 2009, Intel Exteme Masters IV: Global Challenge Dubai e a WEM 2009, além da DramHack Summer 2009, pela Lemondogs. Nos anos seguintes, com as camisas de Fnatic e SK Gaming o jogador sueco continuou empilhando grandes títulos no 1.6, com destaque para a IEM V: Global Challenge Shanghai, Arbalet Europe 2010, GameGune 2010 - todos pela Fnatic -, DreamHack Summer 2011, GameGune 2011, IEM VI: Global Challene New York e ESWC 2011, com a camisa da SK. Em 2012, ano de lançamento de CS:GO, Get_Right se transfere para a NiP, e dá continuidade a uma era de grandes títulos, com destaque para a ESWC 2012, o mundial da modalidade antes do surgimento dos Majors, a DreamHack Winter 2012, a ESL Major Series One - Spring 2013, a ESEA Global Fina
Read more on br.millenium.gg

Comentário (0)

Nenhum comentário ainda

Faça login e seja o primeiro a iniciar a conversa!

Login para comentar sobre esta partida
Últimas notícias
nouns não faz anúncio oficial mas registra LESLÃO no CPD
nouns não faz anúncio oficial mas registra LESLÃO no CPD
Durante a repescagem da edição mais recente do The International, Rodrigo "LESLÃO" Lelis chamou a atenção, mas não de uma forma positiva. Nesse meio tempo, o jogador recebeu dispensa da equipe que participava, mas parece ter conseguido uma segunda chance. Desta vez, o brasileiro está registrado como um dos jogadores da nouns.     nouns volta à busca pelo The International   Ainda que a equipe tenha se esforçado bastante, o elenco anterior da nouns não conseguiu passar pela repescagem<span class="read-more">more</span>
4h
Eric Oliveira
N0Tail fala sobre volta ao Dota depois de longa pausa
Após sua segunda vitória no TI, a equipe da OG teve um desempenho não tão satisfatório na terceira tentativa em 2021. Após esta edição do torneio Johan "N0Tail" Sundstein, um dos donos e, na época, capitão da equipe, decidiu se afastar um pouco do Dota profissional. Recentemente o jogador comentou como foi a experiência em seu podcast.     N0Tail comenta sobre a pausa   Em primeiro lugar, o jogador comentou em seu podcast sobre como passou o tempo durante<span class="read-more">more</span>
1d
Eric Oliveira
Team Secret faz poucas mudanças e mantém quase todo o elenco do TI
Após conquistar o segundo lugar na edição deste ano do The International, o Team Secret anunciou que faria algumas mudanças. Pra felicidade dos jogadores da equipe, o elenco teve apenas uma mudança, o jogador da posição 2. Ao passo que anunciaram a saída de Nisha no dia 1 de dezembro, no dia seguinte a equipe anunciou seu novo midlaner, BOOM.     Team Secret teve sua jornada do herói   Primeiramente, é importante ressaltar que a equipe do Team Secret<span class="read-more">more</span>
2d
Eric Oliveira
Sneyking compartilha informações da Valve sobre próximo patch
Após tomar os holofotes ao comentar sobre os ganhos que teve após vencer o The International, Sneyking volta à tona com informações sobre o próximo patch. De acordo com o jogador, a equipe da Tundra falou sobre o próximo patch logo após a vitória no TI. A informação veio diretamente de representantes da Valve.     Um novo patch deve demorar um pouco mais No vídeo acima, o jogador recebe a pergunta no chat: "Quando você acha que o novo<span class="read-more">more</span>
2d
Eric Oliveira
Valve libera atualização de inverno do Dota+
Finalmente chegamos de vez ao inverno no Dota 2 e a mudança de estação vem acompanhada de mudanças no Dota+. De acordo com o site oficial, o serviço de assinatura agora traz itens temáticos em um novo tesouro. Ao mesmo tempo, também é possível adquirir um novo entregador e itens de outras temporadas.       Dota+ traz novo tesouro com tema de inverno Em primeiro lugar temos o Tesouro Invernal de 2022 está disponível e você já pode comprar<span class="read-more">more</span>
3d
Eric Oliveira
Meses se passaram e Alliance finalmente anuncia novo elenco
A equipe da Alliance passou por uma fase complicada na temporada passada do CPD. Anteriormente, a equipe enfrentou a eliminação antes de chegar ao The International e anunciou uma mudança de elenco.   Na sequência, Nikobaby deixou de ser jogador profissional e está tentando uma carreira como streamer. Agora, a equipe volta ao CPD com um novo time liderado por s4. Welcome to Alliance! 1️⃣ @charliedota2️⃣ @ChYuaNDota23️⃣ @s4dota (C)4️⃣ @ponlodota5️⃣ @Handsken1 🇲🇾 @LeonArthurDota - Team Principal🇸🇪 @chefPontus - Manager🇸🇪 @LodaBerg<span class="read-more">more</span>
5d
Eric Oliveira
DotACapitalist reporta jogador tóxico e faz com que seja banido
Todo jogador de Dota 2 sabe que o jogo é fonte de estresse pra quem o leva a sério demais. Por isso, alguns jogadores que cometem atitudes tóxicas e vão parar em jogos de baixa prioridade. Um desses casos chamou a atenção recentemente por conta do envolvimento do famoso narrador DotACapitalist, também conhecido como Cap.     O motivo de DotACapitalist apoiar o banimento De acordo com as informações disponíveis, o problema começou quando aos 20 minutos de jogo, o<span class="read-more">more</span>
6d
Eric Oliveira
Valve tenta balancear patch 7.32 e lança versão 7.32d
Após os embates do The International, um metagame mais claro ficou definido e muitas tendências apareceram. Contudo, a Valve continua de olho nas tendências dos jogadores e lançou mais uma atualização de jogabilidade com o patch 7.32d.     Mudanças mais relevantes no patch 7.32d   Creeps Bônus de ouro do creep porta-bandeiras para os aliados no raio aumentado em 10.   Correções Creeps: creeps de trilha não se moviam depois de destruir uma Espiral de Gelo; Grimstroke: recuperação de<span class="read-more">more</span>
7d
Eric Oliveira
O retorno da equipe Geek Fam ao cenário profissional de Dota 2
Continuamos a saga de idas e vindas do período de contratações no Dota 2. Desta vez, a novidade é o retorno de uma equipe ao Dota 2 profissional. A Geek Fam nasce no sudeste asiático e pouco tempo depois se destaca, no ano de 2020. Antes de tudo, teve jogadores que agora se destacam no cenário como Kuku e Raven, agora, vem disputar uma vaga na região.     Geek Fam terá que reconstruir seu nome Em primeiro lugar, a<span class="read-more">more</span>
8d
Eric Oliveira